Plano Ponte

VO.U. Rodar Cultura

VO.U. Rodar Cultura icon

“A cultura de um povo é o seu maior património; preservá-la é resgatar a história”

 

Hoje em dia, observamos que o convívio com as diversas formas de expressão cultural não é equilibrado entre diferentes classes sociais. Isto acontece, não por falta de interesse, mas sim por falta de estímulo e exposição cultural. E é neste aspeto que entra o VO.U. Rodar Cultura.

O objetivo do projeto é democratizar o acesso à cultura, ao facilitar e tornar possível o contacto cultural e artístico com aqueles que não o mantêm. Neste sentido, é feita uma partilha de referências e experiências sobre o tema, com a direção do voluntário do VO.U. Rodar Cultura.

O voluntariado neste projeto passa pela construção de uma atividade singular ou de um conjunto de atividades a partir da experiência e interesses particulares do próprio voluntário, de maneira a partilhar aquilo que conhece, o fascina e pretende partilhar com o seu público. Toda a atividade, incluindo o tema e a sua abordagem, é da responsabilidade do voluntário, garantindo-se a autenticidade da partilha. Qualquer tema e/ou abordagem é legítima, desde que se evite, dentro do razoável, sentidos pedagógicos entendidos como dispensáveis. Isto porque o que se pretende é mostrar, expor o grupo à novidade, e não propriamente ensinar.

Depois de planeada a atividade, o voluntário põe-na em prática com o grupo mais adequado para a receber; o projeto conta com a disponibilidade de diferentes grupos que abrangem todas as faixas etárias e condições sociais.

 

Perfil do voluntário

O que se pede ao voluntário é apenas vontade e disponibilidade para a partilha das suas experiências e daquilo que considerem interessante mostrar a quem quer que seja.

 

Periodicidade

Dependente da atividade organizada pelo voluntário.

 

O que dizem os voluntários?

“Recordo-me que quando ouvi falar do projeto, ainda antes da sua sessão de esclarecimento, achei que seria algo tipo rádio/fórum/divulgação de meios multimédia. E recordo-me perfeitamente de ficar fascinada com o conceito. A ideia de que podíamos combater, com pequenos passos, a desigualdade com cultura foi, no mínimo, fascinante e íntima. E foi toda uma aprendizagem. Em momentos foi muito intenso, e até difícil, mas aprendi que partilhar um bocadinho de nós é descobrir muito sobre nós. Como coordenadora, o mais fascinante foi contactar com os voluntários e ver as suas identidades moldarem atividades sempre únicas e incomparáveis. Tenho um carinho profundo pelo projeto, e espero que possam retirar tantas aprendizagens como tive oportunidade.” – Andreia Oliveira

 

“A minha experiência no Rodar Cultura foi de voluntariado, mas também não o foi. Poder falar e partilhar música, algo que faço sem pensar entre amigos e família, com crianças e adolescentes e perceber que há um sentido cívico nisso é simplesmente incrível” – Gonçalo Tavares

 

Coordenação

Alexandre Viana

Ana Craveiro Faria

Ana Rita Antunes

 

Candidaturas abertas

 

Queres saber mais sobre o VO.U. Rodar Cultura? Não hesites em contactar-nos!